Vale do Colchágua, Chile

Em 27/03/2016 por Vanessa

Em dezembro de 2015, após dias deliciosos em Santiago, seguimos de carro para o nosso próximo destino no Chile: Vale do Colchágua.

Para ler o roteiro completo que fizemos em Santiago clique em Santiago, Chile-Roteiro completo.

 

Localização

Vale do Colchágua é uma região de vinícolas a cerca de 2 horas de carro de Santiago, cuja principal cidade chama-se Santa Cruz. Vale a pena ficar hospedado uns dias por lá para saborear melhor o que a região tem a oferecer.

Nós alugamos um carro em Santiago através do site RentalCars e de lá seguimos rumo a Santa Cruz pela Rota 5 Sur. As estradas são boas, bem sinalizadas e, com a ajuda de um GPS, foi super fácil chegar a região. Se não me engano passamos por dois pedágios até chegar a cidade.

Dica: para alugar o carro bastou nossa CNH brasileira, no entanto, sempre levamos a Permissão Internacional para Dirigir em viagens internacionais para qualquer eventualidade.

 

Onde ficar

Ficamos hospedados no charmoso Cava Colchágua Hotel Boutique , que tem quartos em formato de barril de vinho. Um barato!

Para saber mais sobre esse hotel clique  aqui.

Quando ir

O Vale do Colchágua é um destino que pode ser visitado o ano todo mas recomendo a viagem no verão, quando as vinícolas estão verdes oferecendo um belo visual. Em março ocorre o Festival da Vendímia na região, a festa da colheita, com shows, jogos e degustação de vinhos. Para maiores informações clique em Vendímia Colchágua .

 

O que fazer

O objetivo de uma viagem para o Vale do Colchágua é beber e comer bem. Se você não é um expert em vinhos, assim como nós, não se preocupe!! Em cada vinícola há o tour explicando como o vinho é produzido e quais tipos de vinho são feitos. À medida que visitávamos as vinícolas já podíamos reconhecer os sabores e nuances de cada tipo de vinho que nos era apresentado. Adoramos a experiência!!!

Nós visitamos quatro vinícolas e todas as reservas foram feitas com antecedência, por email, ainda no Brasil.

 

Vina Santa Cruz: essa vinícola tem um visual fantástico. Fizemos o tour Grand Chaman, com direito a tour, degustação e subida pelo teleférico da propriedade. A vista lá de cima é bem bonita. Vale a pena! Para mais informações e reservas clique aqui .

DSCN7472

DSCN7479

DSCN7482

DSCN7492

DSCN7495

DSCN7503

Lapostolle: essa vinícola é imperdível!! A arquitetura do lugar é impressionante, super moderna!! Vale a pena fazer uma reserva para o almoço após o tour e a degustação de vinhos. O almoço com quatro passos é harmonizado com os vinhos da casa. Foi nossa melhor refeição no Vale do Colchágua. O almoço tem que ser reservado com bastante antecedência já que há poucos lugares disponíveis. Para quem está com o orçamento bem folgado fica a dica de se hospedar por lá, na Lapostolle Residence, que faz parte da rede Relais & Chateaux. Para reservas e informações clique aqui .

DSCN7597

DSCN7610

DSCN7561

DSCN7550

DSCN7593

IMG_0839

IMG_0849

IMG_0851

DSCN7576

 

Vina Montes: visitamos no final do dia, após o almoço na Lapostolle. São bem próximas. A propriedade é bastante bonita e a sala onde é feita a degustação é super bacana, com uma belíssima vista para a área externa. Há um restaurante chamado Bistrô Alfredo no local. Não experimentamos pois já havíamos almoçado na Lapostolle mas é super recomendado! Para informações e reservas clique aqui .

DSCN7618

DSCN7622

DSCN7625

DSCN7628

DSCN7636

DSCN7642

DCIM104GOPROG3508199.

Viu Manent: agendamos o tour que inclui um passeio de carruagem pelos vinhedos e a degustação dos vinhos. Passear de carruagem pelo meio dos parreirais é uma experiência deliciosa! Parecia que estávamos numa novela de época (rs!). Após o passeio almoçamos no restaurante Rayuella Wine & Grill, pertencente a Viu Manent e que fica em frente a entrada principal. Comemos uma carne deliciosa!! Para informações e reservas clique aqui .

DSCN7669

DSCN7681

DSCN7687

DSCN7691

DSCN7693

DSCN7699

DCIM104GOPROG3488237.

DSCN7711

DSCN7715DSCN7718

Outras duas vinícolas que não tivemos tempo de ir mas que a Fabi adorou são:

  • Vina Montgras: para informações e reservas clique aqui .

 

  • Casa Silva: essa bodega fica no caminho entre Santiago e Santa Cruz, assim vale a pena reservar um almoço quando estiver indo para o Vale do Colchágua ou voltando para Santiago. Para reservas e informações clique aqui .

 

Outras vinícolas recomendadas mas que nem eu nem Fabi tivemos tempo de visitar: Estampa , Bisquertt (aqui as degustações de vinhos são acompanhadas por chocolates) e Vik, que também é um hotel boutique.

 

Restaurantes

Além de comer muito bem nos restaurantes das vinícolas Lapostolle e Viu Manent pudemos experimentar alguns restaurantes da cidade de Santa Cruz.

Casa Colchágua : restaurante de comida chilena,caseira e saborosa. O atendimento foi bem simpático. Ficamos na varanda com vista para os parreirais e apreciando o pôr do sol. No verão o sol se põe tarde por lá, em torno das 20h30.

DSCN7518

DSCN7520

DSCN7533

Vino Bello : adoramos esse restaurante! as massas são muito saborosas e a vista também é bonita da varanda, com os parreiras ao fundo.

DSCN7652

DSCN7657

DSCN7665

La Etiqueta Negra : esse era o único restaurante que achamos aberto no domingo para jantar, por isso o lugar estava cheio e o atendimento meio lento. Comi uma massa com camarões, o prato veio bem servido e estava saboroso.

 

 

Dicas Gerais

  • Reserve o tour pelas vinícolas com antecedência, principalmente no verão, época de alta temporada por lá.

 

  • Dependendo do quão rápido o guia que fará o tour pela vinícola fala o espanhol, pode valer a pena fazer o tour em inglês. Na Vina Santa Cruz não estávamos entendendo nada do que o guia estava falando e rapidamente nos juntamos ao grupo do tour em inglês (rs!). Nas demais vinícolas o tour em espanhol foi tranquilo. É bom perguntar no momento da reserva qual tour melhor se adequa a você.

 

  • Nós pagamos os tours lá mesmo nas vinícolas, em pesos chilenos.

 

  • Leve repelente. Meu marido não atrai os mosquito como eu e foi picado. Eu levava o repelente na bolsa comigo.

 

  • Na Vina Montes conhecemos um grupo que estava fazendo um bate e volta de Santiago até o Vale do Colchágua. Eles reclamaram que estavam conhecendo tudo às pressas. Portanto, se hospede na região e faça as visitas com calma. Te garanto que vale a pena!

 

Matérias relacionadas:

Você também pode gostar de ler:

Planeje a sua viagem:

Se você gosta das nossas dicas, nos ajude a manter o blog fazendo as reservas pelos links indicados. Recebemos uma pequena comissão e você não paga nada a mais por isso!
  • Booking.com - confesso que minha vida de viajante mudou depois da criação do Booking.com. Acho sensacional, sou fã de carteirinha! Todas as ferramentas do site são excelentes e sempre que tive qualquer tipo de problema fui prontamente atendida pelos funcionários (existe a opção de atendentes que falam português, o que é ótimo!). Nunca tive problema de chegar em um hotel e a minha reserva não estar lá (mas fechando direto com os hotéis isso já aconteceu). Clicando aqui você pode fazer suas reservas diretamente pelo nosso blog sem custos adicionais.
 
  • Hotéis.com - você também pode fazer sua reserva de hotéis pelo Hoteis.com. A vantagem é o parcelamento em até 12x sem juros.
 
  • O seguro de viagem é um dos itens mais importantes da viagem! Eu não viajo sem! Ninguém está livre de ficar doente ou sofrer um acidente durante as férias. Imagine quanto isso pode custar em um país como Suíça, Eua ou Noruega? Além disso, o seguro é obrigatório nos países membros da Comunidade Européia (Tratado de Schengen). Aqui no blog você pode fazer a sua cotação pela Seguros Promo que possui várias seguradoras conveniadas. A vantagem é fazer a cotação on-line, ou seja em apenas um clique, você compara o custo x benefício das melhores seguradoras do mercado. A contratação é on-line e você recebe a apólice por email. É possível parcelar em até 12x sem juros no cartão de crédito (parcela mínima de 40,00 reais).Para fazer sua cotação clique AQUI e insira os dados solicitados (destino, período da viagem, nome, email e telefone). Logo em seguida vai aparecer uma lista com todas as seguradoras e os valores cobrados. Leitores do blog tem 5% de desconto - basta inserir o código LOUCOSPORVIAGEM5.
 
  • Rentalcars.com - nós fazemos muitas road trips e esse site é espetacular!! É muito fácil efetuar uma reserva (e também cancelar, caso necessário) e sempre encontramos os melhores preços. O site compila todas as grandes companhias de aluguel de carro (Hertz, Avis, Budget etc) e também locadoras locais. Você pode fazer a sua reserva aqui no blog também por esse link sem custos adicionais.
 
  • Chip de internet no exterior - Graças ao chip de celular da EasySim4u nós estamos sempre conectados durante todas as nossas viagens internacionais. Eu recebo o chip em casa pelos correios e no avião já coloco no celular. Muito prático!!!! Quando chego no destino só preciso ligar o celular e pronto! A internet já começa a funcionar. Acho muito melhor do que desembarcar no destino e ainda ter que procurar por um chip. Já usei o chip da Easysim4u em vários países : Itália, Espanha, Suíça, Áustria etc. Para saber mais sobre como comprar e como funciona o chip clique AQUI para ler a matéria onde expliquei tudo. O plano para Europa é o DATA PLAN com SIM na opção de roaming 140 países. Os planos para países fora dos EUA e Canadá são apenas de DADOS, ou seja, não tem nem ligações e nem SMS. Para adquirir, basta acessar o site clicando em : EasySim4u.
 
  • Ingressos - Reserve seus ingressos para as principais atrações turísticas do mundo todo com antecedência e evite filas. A GetYourGuide é a maior plataforma online do mundo para reservas de excursões e atrações turísticas. Para acessar o site clique AQUI.
Vanessa
Vanessa: 37 anos, carioca, amiga da autora há mais de 20 anos, adora viajar, especialmente para destinos de praias paradisíacas e, com frequência, compartilha suas dicas e fotos de viagens no instagram @LoucosPorViagem. É a revisora oficial do blog!
Gostou? Compartilhe!
  • Print Friendly, PDF & Email
  1. Vaneska

    Oi, vc ficou quantas diarias no vale do colchagua? To querendo ficar porr la também? E vcs foram de carro pras tres viniculas? Um de vcs nao bebeu foi? porque tanto eu como meu marido bebemos, entao tenho medo de ir dormir la e nao ter um transporte pras vinicolas!

    Responder
  2. Vanessa

    Oi Vaneska!!

    Nós ficamos 3 noites no Vale do Colchágua
    Sim,nós fomos de carro,por conta própria.Meu marido e eu revezávamos quem bebia na degustação.A maioria dos turistas que visitam as vinícolas fazem uso do carro sem problemas.
    bjs!

    Responder
  3. Júlia

    Olá. Eu agendei o tour com almoço na Lapostolle para 12:30h e gostaria da sua sugestão se vamos na Montes antes ou depois. Como são próximas, acho q daria para fazer as duas sem correria. Obrigada

    Responder
    • Vanessa

      Oi Júlia!

      Eu almocei na Lapostolle e depois visitei a Montes ,no final do dia
      Tenha em mente que o almoço na Lapostolle é demorado e deve ser curtido com calma então marque a visita a Montes levando isso em consideração
      Bjs!

      Responder
  4. Paola

    olá, boa tarde.

    eu e meu esposo vamos para o chile final de junho.
    Nessa viagem também iremos visitar o Vale do colchágua. Reservei o hotel Cava colchágua por indicação de vcs!
    Gostaria de saber quantas vinicolas da pra visitar por dia e se é melhor reservar lá ou por aqui antes de ir.
    Obrigada desde já.

    Responder
    • Vanessa

      Oi Paola!!
      Que legal!Vocês vão adorar o hotel!é uma graça!Dá pra visitar umas 3 vinícolas por dia mas eu acho meio cansativo…. isso porque o tour acaba sendo meio repetitivo né….sugiro visitar 2 por dia e almoçar em uma delas

      Eu fiz todas as reservas ( de tour com degustação e almoços) com antecedência por email ainda no Brasil.

      bjs!

      Responder
      • ivina

        Quanto custou o almoço harmonizado na Lapostalle ?

        Responder
        • Vanessa

          Olá!
          Quando visitei a vinícola em 2015 havia 2 tipos de almoço harmonizados ,um custava 40 mil pesos chilenos por pessoa e o outro custava 60 mil pesos chilenos por pessoa . A diferença é o tipo de vinho servido .Melhor confirmar com q vinícola porque os preços podem ter mudado ok?
          Bjs

          Responder
  5. Lais

    Ola.
    Obrigada pelas dicas.
    Vou p colchagua ficar um dia e visitar lapostolle e montes.
    Camos de carro de santiago e pensávamos em deixar o carro no hotel e seguir para as vinícolas de taxi. O hotel me passou um valor muito caro q eles conseguiriam de transfer.
    Queria saber como vcs fizeram?
    Foram de carro?
    Foram de taxi?
    Obrigada
    Laís

    Responder
    • Oi Lais! Tanto eu Fabi qto a Vanessa que escreveu o post fizemos tudo de carro. Mas é aquilo, quem dirige não pode beber muito. So uma provinha mesmo. É bom revezar. beijos

      Responder
  6. maria elita

    Ola, tudo bem? Quero passar uns 4 dias no vale do colchagua em fevereiro. As vinicolas estao na mesma rota, ou seja, proximas uma das outras como no vale dos vinhedos em Bento Gonçaves/RS? – GRATA

    Responder
    • Oi Maria, as vinicolas sao relativamente proximas… é preciso estar de carro para explorar a regiao. bjs

      Responder
  7. Daniele

    Olá, irei em janeiro e também vou ficar no hotel Cava Colchagua, gostaria de saber mais ou menos quanto tempo de carro até as vinícolas. Agradeço.

    Responder
    • Vanessa

      Oi Daniele!

      O hotel é bem perto das principais vinícolas (vina montes ,lapostolle,viu manent),dá menos de 20 minutos de carro de cada uma . A mais distante é a Santa Cruz ,que fica a cerca de 30 minutos de distância
      Aproveite muito !essa região é uma delicia !
      Bjs !

      Responder
  8. Iraci

    Por favor, gostaria de saber se no caso de ir de onibus de Santiago a santa Cruz, teria táxis na cidade para nos locomover?

    Responder
    • Vanessa

      Oi Iraci!
      Pelo que pesquisei na internet há táxis em Santa Cruz sim
      Bjs !

      Responder
  9. Ana Paula Porto

    Olá, estou querendo ir para o Vale do Colchagua de carro, me hospedar no hotel da Vina Santa Cruz, fazer o primeiro tour lá e pedir um taxi p fazer a Lapostolle e Montes. Eu e meu marido gostamos de tomar vinho. Se pedirmos um taxi no hotel para fazer este passeio, vale a pena? Obrigada!

    Responder
    • Vanessa

      Olá Ana Paula!
      Acho que vale a pena sim ,assim os dois podem beber sem preocupação
      Tenta almoçar na Lapostolle!é incrível !Tem que reservar com antecedência
      Bjs !

      Responder
  10. Ana Paula Porto

    Ok obrigada pela dica!

    Responder
  11. Cintia

    Olá, estou indo para Santa Cruz e gostaria de saber se lá tem casas de câmbio.
    Como foi a sua experiência nesse sentido? Apenas com dólares é possível passar pela cidade? obrigada!

    Responder
    • Vanessa

      Olá Cíntia !
      Eu troquei o dinheiro em Santiago e não em Santa Cruz então não sei te dizer sobre a oferta de casas de câmbio por lá ….desculpe ….caso vc só tenha opção de trocar seu dinheiro em Santa Cruz seria bom pedir ao seu hotel Indicação de casa de cambio por lá e mandar email paras as vinícolas que vc vai visitar perguntando se eles aceitam dólares
      Bjs!!!

      Responder
Deixe seu comentário: