Foz do Iguaçú – Roteiro completo

Em 06/03/2016 por Fabi Gama

Foz do Iguaçú é um dos destinos turísticos mais famosos do Brasil e muito procurado, especialmente, por estrangeiros. Particularmente, acho muito mais bonito que o Niagara Falls na fronteira Canadá/EUA.

Em agosto de 2014 passamos três dias sensacionais em Foz. Foi a nossa segunda vez por lá e escolhemos a data por conta de um motivo específico : era um final de semana de lua cheia, melhor ainda, de Superlua.

DSC_4851

Como chegar

Há voos diretos a partir de diversas capitais do país até o aeroporto internacional de Foz do Iguaçú por todas as principais companhias aéreas (Tam, Gol e Azul). Saindo do Rio de Janeiro o voo leva cerca de 1h30.

O Parque Nacional do Iguaçú está localizado a cerca de 15 minutos de carro do aeroporto de Foz do Iguaçú. De táxi do aeroporto até a entrada do parque a corrida sai 15,00 reais.

Para quem for se hospedar no Belmond Cataratas, único hotel dentro do parque nacional, ao chegar na entrada do parque, basta esperar a shuttle gratuita do hotel que funciona 24 horas por dia e passa a cada meia hora. Não é permitida a circulação de veículos particulares dentro do Parque Nacional, mas há estacionamento para os hóspedes na portaria do parque.

Os hóspedes do hotel precisam pagar o ingresso do Parque Nacional, porém uma única vez, ou seja, se você se hospedar por mais de uma noite no Belmond Cataratas, só terá que pagar um ingresso.

DSC_5240

DSC_5848

Hotéis

Nós dividimos a nossa estadia entre dois hotéis : o Belmond Cataratas, no lado brasileiro e o Panoramic Iguazú, no lado argentino.

Mas não é preciso fazer duas bases para explorar os pontos turísticos de Foz. Basta uma base, de preferência, do lado brasileiro onde se concentra a maior parte das atrações.

No lado argentino ficam melhores opções de restaurantes e você ainda pode aproveitar para comprar vinhos a bom preço.

O Belmond Hotel Cataratas é uma hotel de luxo com localização perfeita :  é o único hotel dentro do Parque Nacional do Iguaçú. Uma grande vantagem para quem se hospeda nele é ter acesso exclusivo às Cataratas a qualquer hora do dia e da noite, antes da abertura do parque ao público em geral e depois do fechamento. É maravilhoso ter as cataratas só para você! Imagina, então, em noite de lua cheia, quando a incidência da luz da lua nas cataratas forma o arco-íris prateado! É inesquecível! Apesar de ser um hotel caro, achei que valeu muito a pena o “investimento”.Para ler a review completa do Belmond Cataratas clique aqui. Não deixe de conferir uma dica boa para quem é portador de Visa Platinum ou Infinite. Para fazer sua reserva sem custo adicional clique em Booking.com/BelmondCataratas ou se preferir reserve em Hoteis.com.

DSC_5561

DSC_5550

DSC_5511

DSC_5498

Já o Panoramic Iguazú hotel, em Puerto Iguazú, tem um ótimo custo x benefício. É um hotel elegante, com uma localização muito boa, vista para o Rio Iguazú e tem uma belíssima área externa com uma enorme piscina e uma jacuzzi aquecida. Para ler a review completa clique aqui.

*Se você gosta das nossas dicas, nos ajude a manter o blog fazendo as reservas nos links indicados! Recebemos uma pequena comissão e você não paga nada a mais por isso!

DSC_4411

DSC_4416

DSC_4427

DSC_4560

Melhor época

Foz do Iguaçú pode ser visitada o ano inteiro. Os meses mais chuvosos vão de novembro a março (primavera e verão). Durante esse período, as cataratas ficam com maior volume de água (mas a água fica mais escura). No outono e no inverno o tempo é mais seco, as cataratas têm menos volume, mas a água é mais transparente.

Quantos dias

Isso vai depender dos passeios que você vai querer fazer. Para conhecer tudo, é preciso ficar pelo menos 4 dias. Mas se você só quiser conhecer as Cataratas (que é o que realmente interessa), um final de semana ou um feriado de 3 dias já é suficiente.

Eu dividiria assim : 2 dias para fazer o Parque das Cataratas lado brasileiro com macuco safari ,  helicóptero e Parque das Aves;  1 dia para conhecer o templo budista + itaipu. Se quiser ir ao Paraguai acrescente 1 dia.

Como circular

Nós sempre preferimos alugar carro, pois dessa forma fazemos nossos horários com mais flexibilidade, sem depender de táxi ou passeio. Alugamos pelo site da RentalCars.

Dentro do Parque Nacional brasileiro você paga 8,00 reais para circular em um ônibus dois andares (a parte superior é aberta). O ônibus leva os visitantes desde a entrada do parque até o Macuco Safari e também até o início das passarelas, que ficam bem em frente ao Hotel Belmond Cataratas.

Passeios

  • Parque Nacional do Iguaçú (Brasil) – reserve um dia para fazer o lado brasileiro juntamente com o Macuco Safari. Dá para  percorrer todo o circuito do lado brasileiro a pé, sobre passarelas, parando para fotos, em poucas horas. O parque é muito bem administrado: limpo e organizado. As passarelas são facilmente percorridas por qualquer pessoa de todas as idades. O parque funciona todos os dias das 9h às 17h. O ingresso para brasileiros custa 24,00 reais e o ônibus que circula dentro do parque mais 8,00 reais. O estacionamento custa 19,00 reais. Para mais informações acesse o site do parque aqui. Compre o ingresso para o Luau nas Cataratas (que só acontece em noites de lua cheia, portanto, fique atento ao calendário lunar) clicando aqui. Como o parque das aves é bem pertinho da entrada do Parque Nacional, também dá para fazer esse passeio no mesmo dia.

DSC_5680

DSC_5089

DSC_5226

DSC_5762

  •  Macuco Safari – um passeio fantástico que vale a pena é o do Macuco Safari. Fechamos com a agência que fica dentro do hotel e a shuttlle do próprio Macuco nos pegou no hotel e depois nos levou de volta. O “capitão” do nosso barco foi sensacional e entrou embaixo das quedas mais de 5 vezes. Não tem jeito, a gente sai ensopado e é uma delícia! Não levamos nada conosco, só a GoPro. O passeio custa 170,00 reais por pessoa e dura mais ou menos 2h15 (não dentro do barco! O passeio todo incluindo o passeio de bus e a caminhada pela “jungle”). Tem locker para deixar os pertences guardados (5,00 reais). Você pode fechar esse passeio quando chegar ao parque nacional, a saída é contínua. Basta descer do bus que funciona dentro do parque no ponto do Macuco. Mas recomendo que primeiro você percorra as passarelas e, depois de ter visitado todo o parque, faça o Macuco Safari. Melhor deixar esse passeio por último e levar uma roupa extra na mochila.

DCIM219GOPRO

DCIM219GOPRO

DCIM219GOPRO

DCIM219GOPRO

DCIM219GOPRO

  •  Voo de helicóptero – Outro passeio IMPERDÍVEL que fizemos foi o voo de helicóptero sobre as cataratas. O heliporto Helisul fica a 5 minutos caminhando da entrada do Parque Nacional.  O passeio dura 10 minutos e custa 280,00 reais por pessoa (pode parcelar em 3x no cartão). Cabem 6 pessoas, sendo que duas não ficam na janela (é distribuído de acordo com o peso, não é possível escolher o lugar). Nós fomos na frente ao lado do piloto! Excelente! Mas pelo que vi lá, o melhor lugar é na janela atrás do piloto.

DSC_4747

DSC_4751

DSC_4813

DSC_4815

DCIM219GOPRO

DCIM219GOPRO

DCIM219GOPRO

  •  Lua cheia nas cataratas de Foz do Iguaçú –  como quem se hospeda no  Hotel Belmond tem acesso às cataratas a qualquer hora do dia, nós tivemos a oportunidade de ver o fenômeno da “superlua” lá! Saímos do hotel às 21h30 caminhando apenas com a luz da lua cheia (e uma lanterna) e seguimos até as cataratas para ver o arco-íris prateado formado pela luz da lua. Indescritível!!!! Voltamos às 23h para o hotel. Uma delícia de passeio. Para quem não está hospedado no hotel, há o luau das cataratas (uma vez por mês em noite de lua cheia). Para mais informações acesse aqui.

DSC_5402

DSC_5441

  • Parque das Aves – fica em frente ao Parque Nacional. Há várias diferentes espécies de aves, em viveiros. Em alguns podemos entrar. O ingresso custa 18,00 reais para brasileiros. Para mais informações clique aqui.

IMG_7047

IMG_7045

  •  Cataratas lado argentino (Parque Nacional Iguazú) – para ir de táxi ao lado argentino com retorno os taxistas cobram cerca de R$ 250,00. A agência de turismo dentro do hotel Belmond oferece esse tour por R$ 400,00. Nós fizemos com carro alugado, cruzamos tranquilamente a fronteira. Mas recomendo a leitura desse post do site VnV, para ficar ciente dos riscos. Há opção de fazer esse passeio por agências de viagem ou, passando um certo perrengue, a bordo do ônibus internacional (Crucero del Norte) que vai até Puerto Iguazú.  Lembre-se que a  entrada do parque argentino SÓ pode ser paga em pesos (não aceita cartão de crédito nem real). Para brasileiro custa 150,00 pesos. Por sorte há um caixa eletrônico na entrada do parque, onde sacamos dinheiro. O estacionamento custa 50,00 pesos. Não deixe de levar repelente e, de preferência, usar calça e blusa de manga. Cuidado com os quatis! Eles roubam objetos!! Há uma sorveteria Freddo dentro do parque, além de lanchonetes. Lembre-se que, para cruzar a fronteira, é obrigatório ter um destes documentos em mãos: cédula de identidade, carteira de motorista ou passaporte. O parque argentino é enorme e vale a pena reserva um dia inteiro para sua visita. O Macuco Safari argentino se chama Aventura Náutica. Não tem todo o glamour do brasileiro, mas é mais barato e passa por duas quedas. Tem gente que diz que é mais divertido que o brasileiro (não fiz, então, não posso falar).

DSC_4244

DSC_4142

  •  Trilha do Poço Preto – dentro do Parque Nacional, deve ser feita acompanhada por guia. É uma trilha longa, mas quem faz adora. Ainda não conheço. Para maiores informações, acesse esse link.
  • Templo Budista – adorei visitar esse templo! O lugar é lindo e passa uma paz incrível. A visita é gratuita e pode ser realizada de terça à domingo, das 9h30 às 17h. Nós fomos com nosso carro alugado, mas é possível ir de táxi. Fica um pouco afastado… a uns 20 minutos do Parque Nacional. Endereço: Rua Dr. Josivalter Vila Nova, 99 – Foz do Iguaçu/PR.

DSC_4649

DSC_4652

DSC_4665

DSC_4669

DSC_4699

DSC_4702

DSC_4710

  • Itaipu – visitei Itaipu há uns anos atrás, na primeira vez que estive em Foz. Hoje há vários tipos de visitas, inclusive noturna. Para saber mais sobre os tours, horários e preços clique aqui.

IMG_7050

Restaurantes

Do lado brasileiro, como nos hospedamos dentro do parque, fizemos todas as refeições dentro do próprio hotel Belmond Cataratas (no post do hotel citei todas as opções de bar/restaurante que existem dentro do próprio hotel).

DSC_5346

Do lado argentino, indico ótimos restaurantes  localizados em Puerto Iguazú, próximos ao hotel Panoramic: Aqva e La Rueda. Também nos indicaram o Boca Mora, mas esse não conseguimos conhecer. O legal é ir para assistir ao pôr do sol.

Compras

Confesso que não tenho muita paciência para perder tempo precioso de viagem com compras. Da primeira vez que estivemos em Foz, cometemos o erro de ir ao Paraguai. Cruzes! Não recomendo!!! Do lado argentino há um enorme duty free que muitos brasileiros gostam (eu não fui). Apenas aproveitamos para comprar muitos vinhos argentinos no centro de Puerto Iguazú (vinoteca Don Jorge) e reabastecer a nossa adega.

DSC_4375

Horário de funcionamento do parque

O Parque Nacional das Cataratas funciona diariamente das 9h às 17h. Antes das 9h e após às 17h, as cataratas são exclusivas dos hóspedes do Belmond Cataratas.

Recomendações gerais

  • Se você não quiser se molhar, leve capa plástica, pois em alguns pontos das passarelas (tanto do lado brasileiro quanto do lado argentino) a gente se molha bastante! Nos dias quentes é até gostoso, o problema maior é proteger documentos, câmeras e celulares.
  • Confira o caledário lunar e programe sua viagem para Foz em  época de lua cheia! É inesquecível!
  • Não esqueça protetor solar e repelente (muito necessário!).
  • Cuidado com os quatis. Eles são fofos, mas costumam roubar objetos dos turistas, depois saem correndo e você nunca mais veráo que ele levou! Também podem machucar com suas garras afiadas.

DSC_4257

DSC_4252

DSC_3998

Posts relacionados :

Você também pode gostar de ler :

Fabi Gama
Fabi Gama: Carioca, taurina, casada, 37 anos, advogada, louca por viagem, fotografia, chocolate e pela Grécia. Conhece o calendário de feriados de cor e salteado! Já carimbou seu passaporte em 50 países e pretende conhecer muitos outros! Acompanhe as aventuras pelo instagram e snapchat @loucosporviagem.
Gostou? Compartilhe!
  • Print Friendly, PDF & Email
  1. Diana

    Fabi, eu sei que pode parecer loucura mas…. vc acha viável fazer o passeio de helicoptero com um bebê de 1 ano e 2 meses? Faz muito barulho?? beijos

    Responder
    • Oi Diana! pra ser sincera nem sei se pode! É muito barulhento mesmo usando aquele protetor!! O passeio é bem rápido, uns dez minutos, mas não sei como uma criança pequena reage aquele barulho todo. Depois me conta beijos

      Responder
Deixe seu comentário: