Rifugio delle Odle, Dolomitas

Em 21/09/2017 por Fabi Gama

Em agosto/17 passamos dez dias explorando pela segunda vez uma das regiões mais bonitas no norte da Itália : as Dolomitas. Fizemos duas bases para explorar a região : Avelengo e Cortina d`Ampezzo.

Para chegar lá, voamos do Rio para Veneza com uma rápida conexão em Frankfurt. Ao chegarmos em Veneza alugamos um carro e seguimos por 30 minutos até Padova, onde pernoitamos.

No dia seguinte, após conhecer o centrinho de Padova e a belíssima Basílica de Santo Antonio, seguimos por cerca de 3h30 por uma ótima autoestrada (pedagiada) até a cidade de Avelengo que foi nossa base por duas noites. Nos hospedamos no fantástico  Miramonti Boutique Hotel. Para ler a matéria completa clique aqui.

Depois passamos mais 5 noites em Cortina d`Ampezzo no Hotel Cristallino d`Ampezzo – um hotel com bom custo x benefício, bem localizado (pertinho do centrinho de Cortina), com bom café da manhã, estacionamento, wi-fi e ótimo atendimento.

Cortina d`Ampezzo está localizada a menos de 2 horas de carro do aeroporto de Veneza (a estrada é ótima!) e possui uma localização estratégica para explorar grande parte das atrações da região.

Apesar de Cortina d`Ampezzo ser uma cidade um pouco mais cara que as outras, acho ideal para quem quer conhecer os lagos mais famosos da região : Braies, Landro, Misurina, Dobbiaco e Sorapis.

Mas um dos passeios que eu mais queria fazer na região das Dolomitas era a trilha até o Rifugio Delle Odle em Val di Funes, em Alto Adige.

Rifugio delle Odle

Trilha para o Rifugio delle Odle

Como chegar

Nós estávamos em Cortina d´Ampezzo e seguimos por aproximadamente 2h de carro até Santa Maddalena. O ideal era ter feito mais uma base durante a nossa viagem, sendo uma nos arredores de Santa Maddalena.

Essa trilha começa no estacionamento Malga Zannes (custa 5,00 euros por carro pelo dia inteiro).

Nesse estacionamento há dois restaurantes. A partir dali há várias opções de trilhas dentro do Parco Naturale Puez Odle. As trilhas são numeradas e bem sinalizadas.

Para chegar ao Rifugio delle Odle nós seguimos a trilha 6 até a 35. Depois seguimos pela trilha 35 até o Rifugio delle Odle (Geisleralm). Os primeiros 30 minutos de caminhada são de subida. Levamos 1h45 para chegar ao refúgio.

Para descer seguimos pela trilha 36 por 1h40, passando por outro refúgio/ restaurante chamado Dusler Alm.

No caminho de volta de Santa Maddalena para Cortina d´Ampezzo passamos pelo Passo Gardena (maravilhoso!!) e por vários vilarejos super fofos e charmosos como Val Gardena, Colfosco e Corvaria di Badia. Foram mais 2h de carro, mas as estradas são tão bonitas que a gente nem sente.

Pena mesmo foi o tempo não ter ajudado muito nesse dia. Estava frio, com períodos de chuva e à noite a temperatura chegou a 3,5 graus (isso em pleno verão!).

O refúgio oferece a opção de transfer (acredito que apenas para hóspedes), porque eles podem chegar de carro até lá, pois possuem uma autorização especial. Entre em contato pelo site para mais informações.

Rifugio delle Odle

Trilha para o Rifugio delle Odle

O Refúgio

Quando começamos a trilha em Malga Zannes o tempo estava nublado e instável. Não sabíamos como estaria lá em cima. Após quase 2h de trilha, ao chegarmos no refúgio, havia uma névoa encobrindo tudo! A visibilidade era bem limitada, só conseguíamos ver a casa do refúgio. Resolvemos, então, entrar no restaurante para almoçar e fazer hora para ver se mais tarde o tempo estaria melhor (mas confesso que não estava muito esperançosa). E fazia bastante frio lá em cima.

O restaurante do Rifugio delle Odle é uma gracinha!!! Tem um ambiente super aconchegante e estava bem cheio.

A comida é deliciosa! Meu marido comeu uma costela de porco que estava divina!!! Acompanhada por uma batata muito saborosa também. Caiu muito bem com a cerveja!

Ficamos por ali umas 2 horas até que as nuvens começaram a sair e começamos a ver as montanhas ao fundo… absurdamente lindo! Nunca vou esquecer!

O Rifugio delle Odle tem dormitórios, além do restaurante. Há uma varanda deliciosa com várias mesinhas… o lugar é muito agradável, passeio perfeito para um dia de sol, pena que não demos muita sorte com o tempo.

Há também espreguiçadeiras de madeira e balanços com vista para as montanhas! Que sonho de lugar!!! Essa área é chamada de Cinema! Me apaixonei!

Rifugio delle Odle
Rifugio delle Odle
Rifugio delle Odle
Rifugio delle Odle
Rifugio delle Odle
Rifugio delle Odle
Rifugio delle Odle
Rifugio delle Odle
Cinema delle Odle
Cinema delle Odle
Rifugio delle Odle
Rifugio delle Odle
Rifugio delle Odle quando chegamos – sem visibilidade
Rifugio delle Odle quando chegamos – sem visibilidade
Trilha bem sinalizada
Trilha bem sinalizada
Rifugio delle Odle
Rifugio delle Odle
o restaurante do refúgio é ótimo
o restaurante do refúgio é ótimo
mesinhas externas
mesinhas externas
trilha
trilha
trilha
trilha
Rifugio delle Odle
Rifugio delle Odle
Rifugio delle Odle
Rifugio delle Odle
Cinema delle Odle
Rifugio delle Odle
Rifugio delle Odle quando chegamos – sem visibilidade
Trilha bem sinalizada
Rifugio delle Odle
o restaurante do refúgio é ótimo
mesinhas externas
trilha
trilha

Santa Maddalena

Ao final da trilha pegamos o carro no estacionamento e seguimos até Santa Maddalena para a foto clássica da igrejinha com as montanhas ao fundo, mas o tempo estava muito fechado nesse momento e com chuva, por isso não conseguimos ver nada, muito menos tirar a tal foto (rs!). Motivo para voltar, claro!

Onde se hospedar

Como eu falei, a melhor base para explorar os principais lagos das Dolomitas é na charmosa cidade de Cortina d´Ampezzo.

Nos hospedamos no Hotel Cristallino d`Ampezzo – um hotel com bom custo x benefício, bem localizado (pertinho do centrinho de Cortina), com bom café da manhã, estacionamento, wi-fi e ótimo atendimento. Para mais informações sobre o hotel clique aqui.

Para ver outras opções de hotéis em Cortina d`Ampezzo clique aqui.

Mas como falei no início desse texto, se eu tivesse mais tempo faria mais uma base de 2 a 3 noites nessa região de Santa Maddalena. Para procurar hotéis por ali clique aqui.

Dados

Site oficial : www.geisleralm.com/it/

 

Planeje a sua viagem:

Se você gosta das nossas dicas, nos ajude a manter o blog fazendo as reservas pelos links indicados. Recebemos uma pequena comissão e você não paga nada a mais por isso!

  • Booking.com – confesso que minha vida de viajante mudou depois da criação do Booking.com. Acho sensacional, sou fã de carteirinha! Todas as ferramentas do site são excelentes e sempre que tive qualquer tipo de problema fui prontamente atendida pelos funcionários (existe a opção de atendentes que falam português, o que é ótimo!). Nunca tive problema de chegar em um hotel e a minha reserva não estar lá (mas fechando direto com os hotéis isso já aconteceu). Clicando aqui você pode fazer suas reservas diretamente pelo nosso blog sem custos adicionais.

 

  • Hotéis.com – agora aqui no blog você também pode fazer sua reserva de hotéis pelo Hoteis.com. A vantagem é o parcelamento em até 12x sem juros.

 

  • Rentalcars.com – nós fazemos muitas road trips e esse site é espetacular!! É muito fácil efetuar uma reserva (e também cancelar, caso necessário) e sempre encontramos os melhores preços. O site compila todas as grandes companhias de aluguel de carro (Hertz, Avis, Budget etc). Já faz um tempo que só alugamos carro por meio dessa ferramenta. Você pode fazer a sua reserva aqui no blog também por esse link sem custos adicionais.

 

  • O seguro de viagem é um dos itens mais importantes da viagem! Eu não viajo sem! Ninguém está livre de ficar doente ou sofrer um acidente durante as férias. Imagine quanto isso pode custar em um país como Suíça, Eua ou Noruega? Além disso, o seguro é obrigatório nos países membros da Comunidade Européia (Tratado de Schengen). Eu, particularmente, não tenho coragem de viajar apenas com seguros oferecidos por cartões de crédito.

Aqui no blog você pode fazer a sua cotação pela Seguros Promo que possui várias seguradoras conveniadas. A vantagem é fazer a cotação on-line, ou seja em apenas um clique, você compara o custo x benefício das melhores seguradoras do mercado.

A contratação é on-line e você recebe a apólice por email. É possível parcelar em até 12x sem juros no cartão de crédito (parcela mínima de 40,00 reais).

Para fazer sua cotação clique AQUI e insira os dados solicitados (destino, período da viagem, nome, email e telefone). Logo em seguida vai aparecer uma lista com todas as seguradoras e os valores cobrados.

Leitores do blog tem 5% de desconto – basta inserir o código LOUCOSPORVIAGEM5.

 

  • Chip de internet no exterior – Graças ao chip de celular da EasySim4u nós estamos sempre conectados durante todas as nossas viagens internacionais,  mostramos tudo no snapchat (Loucosporviagem) e no InstaStories. Eu recebo o chip em casa pelos correios e no avião já coloco no celular. Muito prático!!!! Quando chego no destino só preciso ligar o celular e pronto! A internet já começa a funcionar.  Acho muito melhor do que desembarcar no destino e ainda ter que procurar por um chip, como fiz em Paris por exemplo. Já usei o chip da Easysim4u em vários países : Itália, Espanha, Suíça, Áustria etc.
    O plano para Europa é o DATA PLAN SMARTPHONE com SIM na opção de roaming 140 países.Os planos para países fora dos EUA e Canadá são apenas de DADOS, ou seja, não tem nem ligações e nem SMS. Para adquirir, basta acessar o  site clicando em :  EasySim4u.

 


 Matérias relacionadas :

Fabi Gama
Fabi Gama: Carioca, taurina, casada, 37 anos, advogada, louca por viagem, fotografia, chocolate e pela Grécia. Conhece o calendário de feriados de cor e salteado! Já carimbou seu passaporte em 50 países e pretende conhecer muitos outros! Acompanhe as aventuras pelo instagram e snapchat @loucosporviagem.
Gostou? Compartilhe!
  • Print Friendly, PDF & Email
Deixe seu comentário: