Patagonia Eco Domes, El Chaltén/Argentina

Em 30/03/2017 por Juliana Tolfo

A Patagônia é a região sul do continente sul americano e compreende territórios chileno e argentino. É um lugar de pura natureza, ideal para que curte um friozinho e aprecia as belezas naturais.

Na pequena cidade de El Chaltén, na patagônia argentina, por duas noites ficamos hospedados no PATAGONIA ECO DOMES em um dome, um tipo de barraca característico da região.

A recepção foi muito simpática, Thomas recebeu-nos falando português. Mostrou as instalações e explicou como funcionavam detalhes,tais como a lareira e o chuveiro de massagem.

Como chegar

Desde o Brasil em voo até El Calafate (e que geralmente fazem conexão em Buenos Aires) e dali mais 200km de estrada até El Chaltén. Esse trecho pode ser feito em carro (como fizemos), mas há ônibus regular.

Saindo do aeroporto, siga a RP11 até a RN40 e vire em direção a El Chaltén, tudo bem indicado por placas. Mais adiante você deverá entrar na RP23 e seguir até a cidade. Fique atento a paisagem, porque daqui a pouco poderá ver o maciço do Fitz Roy. Nesse caminho todo asfaltado você terá à sua esquerda primeiro o Lago Argentino e depois o Lago Viedna, ambos lindos de cor esverdeada.

Chegando em El Chaltén, o Patagônia Eco Domes está a 13km da cidade, sentido norte e se tem vista para a montanha mais famosa da cidade, o Fitz Roy. Esse trecho é em estrada de ripio, um tipo de cascalho, onde a velocidade não deve passar dos 40km/h.

O Patagônia Eco Domes oferece transfer para o check-in e para o check-out desde El Chaltén.

Endereço do hotel: ruta 23 km 16, El Chaltén, Santa Cruz, Argentina.

Ruta 23, entrada para o Patagonia Eco Domes.

Infraestrutura

Os domes suítes ficam distribuídos em sequência com acesso feito por passarelas de madeira.

O Patagônia Eco Domes é composto por 11 domes, sendo 2 deles os maiores e que compõem a infraestrutura principal com recepção com sala de estar e uma sala para café da manhã e jantar. Não há internet em nenhum lugar do hotel e segundo o pessoal que lá trabalha, nem se consegue sinal de telefone. É um lugar para relaxar sem interferências externas, a menos que seja da natureza que o envolve.

Outros 9 domes compõem as suítes, que têm um estilo confortável de decoração em madeira e tecido que cobre a área arredondada do dome.

Cada um tem uma cama king size com boa roupa de cama, lareira, cofre, poltronas, banheiro e todos têm vista para o imponente Fitz Roy. Inclusive, se você estiver hospedado no hotel, poderá sair direto do seu dome andando para a trilha mais famosa de El Chaltén: a Laguna de Los Três, que chega aos pés do Fitz Roy.

Vista da suíte para do monte Fitz Roy.

 

Muita gente vai a El Chaltén só para fazer essa trilha, que tem no total 20 km, tanto saindo da cidade como daqui do Eco Domes. As vantagens de sair pelo lado do hotel são que você passa pelo mirante do Glaciar Piedras Blancas e a subida inicial é mais suave.

Início da trilha Laguna de Los Tres.

O aquecimento do dome é feito exclusivamente através da lareira a lenha e sugiro mantê-la alimentada, pois quando você acordar pela manhã, pode estar bem frio. Eu particularmente adoro lareira e não se preocupe que não faz fumaça dentro do quarto (rs!).

A cama é bem confortável, o edredom bem quentinho e a noite é bem silenciosa e escura nessa região longe da cidade.

O aquecimento da água é feito por painéis solares, assim como a eletricidade fornecida. Tem apenas uma tomada de 12 volts (aquela estilo cinzeiro de carro), então acho pertinente você levar um adaptador USB para recarregar por exemplo dois celulares ao mesmo tempo.

O banheiro tem um bom tamanho e a água estava bem quentinha e abundante.

Gastronomia

Na diária está incluso o café da manhã com pão assado na hora, suco de laranja, algumas frutas, croissant, cereais, iogurte, leite e chás. Fazem ovos se você quiser.

Como o hotel fica um pouco distante da cidade, você pode querer jantar no próprio local. Foi o que fizemos. O menu com entrada, prato principal e sobremesa custou 500 pesos argentinos, que em real seriam mais ou menos R$ 100 por pessoa.

Gostei muito do jantar preparado por Thomas, o cozinheiro e recepcionista gente muito boa. Ele perguntou-nos o que queríamos para o jantar e como eu sou vegetariana, ele fez um risoto de cogumelos divino super bem servido.

Entrada de polenta frita com salada.

Entrada com sorrentini frito de truta e salada.

Risoto de cogumelos e pimentões.

Filé de chorizo grelhada e batata assada recheada com queijo e molho de tomate.

Torta de chocolate sem glúten, sem leite e sem ovos.

Dados úteis

O hotel funciona no período de novembro a março.

Contato pelo site: patagonia-eco-domes.hotelrunner.com

Para reservar este hotel, sem custo adicional, basta acessar o link Booking.com/PatagoniaEcoDomes.

Juliana Tolfo
Juliana Tolfo: nasceu no Rio Grande do Sul, mas mora há dez anos no Rio. Adora desbravar lugares, principalmente aqueles que tenham belezas naturais e atividades ao ar livre. Ama fotografar e edita vídeos incríveis de viagens. No instagram compartilha suas belas fotos e ótimas dicas no perfil @julijourney.
Gostou? Compartilhe!
  • Print Friendly, PDF & Email
Deixe seu comentário: